Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/1355
Título: Preditores de abstinência alcoólica numa amostra de doentes portugueses: um estudo retrospectivo
Outros títulos: Predictors of continuous alcohol abstinence in a portuguese treatment sample: a retrospective study
Autor: Matos, D
Gonçalves, J
Morgado, P
Palavras-chave: Alcoolismo
Síndrome de abstinência de substâncias
Abstinência alcoólica
Data: 2014
Editora: Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, E.P.E.
Citação: Psilogos. 2014; 12(1):10-24
Resumo: Introdução: A dependência alcoólica é uma doença aditiva com elevados níveis de morta-lidade e morbilidade. As opções terapêuticas disponíveis incluem intervenções médicas e psicossociais. Objectivos: Comparar a população de alcoóli-cos que atinge 1 ano de abstinência total com aqueles que recaem no mesmo período, identificando factores individuais e relacionados com o tratamento preditores de sucesso terapêutico. Métodos: Após análise comparativa, realizou-se uma regressão logística multivariada para identificar os factores relacionados com o tratamento que predizem abstinência total em doentes adultos que reuniam critérios ICD-10 para alcoolismo durante o primeiro ano de tratamento no Departamento de Psiquiatria do Hospital de Braga. Resultados: Foram incluídos no estudo 590 doentes. A taxa de sucesso (abstinência to- tal) foi de 32.3%. Características individuais como sexo, idade, estado civil ou nível de instrução não se relacionaram com o sucesso do 1º ano de tratamento. Identificaram-se como preditores independentes de abstinência alcoólica total a inexistência de internamen- tos prévios (OR=0.549; 95%CI=0.322-0.936), o internamento (OR=3.765; 95%CI=2.061- 6.879) e a abstinência no início do tratamento (OR=4.947; 95%CI=2.223-11.008). Conclusões: Os resultados demonstram que a escolha da abordagem inicial no tratamento da dependência alcoólica crónica pode resultar em períodos mais longos de abstinência alcoólica. Estes achados podem ser úteis para aumentar o sucesso das intervenções médicas na prática clínica.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/1355
ISSN: 2182-3146
Versão do Editor: http://revistas.rcaap.pt/psilogos/article/view/3785/4885
Aparece nas colecções:Psilogos Vol.12 Nº1 (Jun 2014)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Psilogos 2014 12(1) 10-24.pdf357,43 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.