Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/1358
Título: Utilização de psicotrópicos na doença respiratória
Outros títulos: Use of psychotropic drugs in respiratory disease
Autor: Pedro, P
Telles-Correia, D
Ganhão, I
Palavras-chave: Doenças respiratórias
Psicotrópicos
Antidepressivos
Antipsicóticos
Data: 2014
Editora: Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, E.P.E.
Citação: Psilogos. 2014; 12(1): 58-71
Resumo: Introdução: A comorbilidade psiquiátrica é frequente em doentes com patologia respiratória, sendo que as perturbações depressivas e ansiosas são as que mais se verificam nesta população. Contudo, tendem a ser sub-diagnosticadas, possivelmente devido à sobrepo-sição entre as manifestações somáticas da doença psiquiátrica e os sintomas físicos da disfunção respiratória grave. A ocorrência de patologia psiquiátrica em doentes com patologia respiratória tem um impacto negativo em vários indicadores da saúde (controlo da doença, fraca adesão à terapêutica, compromisso funcional, aumento da utilização de cuidados de saúde, atrasos na avaliação ou tratamento e aumento dos custos relacionados com a saúde). O tratamento das perturbações emocionais associadas às doenças respirató-rias pode permitir o aumento da qualidade de vida associada à saúde e o alívio de alguma sintomatologia respiratória. Objectivos: Com este artigo, pretendemos rever as principais classes de psicofármacos que poderão ser úteis para a estabilização de sintomatologia psiquiátrica em doentes com doen- ça respiratória concomitante e principais efeitos secundários associados a esta população. Métodos: Os artigos selecionados para a revisão, foram identificados através de uma pesquisa sistemática da literatura em inglês na Medline, de Janeiro de 1970 a Maio de 2013, combinando as palavras-chave: psychotropics, antidepressants, mood stabilizers, anxiolytics, hypnotics, antidementia agents, respiratory illness/disease e lung disease (vinte e sete revisões, seis estudos originais, seis ensaios clínicos, quatro estudos randomizados controlados, um relatório curto, um estudo comparativo e um editorial). Foram também consultados quatro livros de texto relativos ao mesmo tema e cujas datas de publicação se encontram entre Janeiro de 1970 e Maio de 2013. Resultados e Conclusões: A comorbilidade psiquiátrica em doentes com patologia res-piratória é frequente e pode ter um impacto importante na morbilidade e mortalidade. É, assim, fundamental, saber-se como tratar adequadamente os sintomas psiquiátricos nestes doentes.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/1358
ISSN: 2182-3146
Versão do Editor: http://revistas.rcaap.pt/psilogos/article/view/3942/4886
Aparece nas colecções:Psilogos Vol.12 Nº1 (Jun 2014)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Psilogos 2014 12(1) 58-71.pdf302,93 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.