Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/1362
Título: Psicose pós-ictal: a importância do controlo da epilepsia
Outros títulos: Postictal psychoses: the importance of seizures control
Autor: Ribeiro, A
von Dessauer, O
Palavras-chave: Epilepsia
Perturbações psicóticas
Data: 2014
Editora: Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, E.P.E.
Citação: Psilogos. 2014; 12(1): 80-85
Resumo: A existência de sintomatologia psiquiátrica so-brevém, com bastante frequência, na epilepsia e é um importante factor de prognóstico da qualidade de vida dos doentes portadores deste quadro neurológico. Na epilepsia, as perturbações psiquiátricas psi-cóticas são classificadas de acordo com a sua relação cronológica com as crises. As psicoses peri-ictais ocorrem antes (pré-ictais), durante (ictais) ou após (pós-ictais) o surgimento de uma crise epiléptica. Por sua vez, as psicoses inter-ictais ocorrem independentemente das crises. Os episódios de psicose pós-ictal (PP) são caracteristicamente de curta duração. Deste modo, para que haja um melhor co-nhecimento do quadro clínico global e, consequentemente, um tratamento mais eficaz, torna-se necessário o reconhecimento destes sintomas psiquiátricos. Neste artigo descrevemos o caso clínico de um doente com epilepsia pós-traumática e sintomatologia psicótica pós-ictal, em acompanha-mento por Psiquiatria e por Neurologia.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/1362
ISSN: 2182-3146
Versão do Editor: http://revistas.rcaap.pt/psilogos/article/view/3372/4883
Aparece nas colecções:Psilogos Vol.12 Nº1 (Jun 2014)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Psilogos 2014 12(1) 80-85.pdf272,9 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.