Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/1385
Título: Factores que influenciam o processo de autonomia nos jovens portadores de spina bífida
Outros títulos: Factors that influence the process of autonomy in young patients spina bifida
Autor: Caseiro, J
Palavras-chave: Espinha bífida
Adolescente
Actividades da vida diária
Autonomia
Data: 2014
Editora: Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, E.P.E.
Citação: Rev Clin Hosp Prof Dr Fernando Fonseca 2014; 2(2): 27-30
Resumo: A Spina Bífida (SB) consiste numa malformação congénita da espinal medula e, dependendo do nível da lesão medular, a pessoa apresenta limitações ortopédicas, urológicas, motoras e sensoriais, que dificultam a obtenção de competências, essenciais à realização das suas actividades de vida diária (AVD) e à construção da sua autonomia. Este processo é influenciado de forma positiva ou negativa dependendo muitas vezes de factores intrínsecos e extrínsecos à criança. Assim, os principais objectivos deste estudo foram conhecer factores favoráveis e desfavoráveis à aquisição de competências na construção da autonomia. Foi feita uma revisão bibliográfica na base de dados EBSCO (www.ebscohost.com) e apurados 10 artigos sobre a temática indo ao encontro da questão formulada. Respeitando os critérios de inclusão e exclusão, bem como os filtros temporais, realizou-se uma triagem exaustiva dos resumos tendo-se seleccionado os artigos a estudar. Os resultados revelaram que a força muscular, capacidade cognitiva e independência na mobilidade como importantes para a qualidade de vida. Ser autónomo conduz a uma melhor auto-estima. O papel do Enfermeiro é considerado favorável à obtenção da autonomia, na medida em que este é promotor de comportamentos saudáveis. O modelo de referência é também evidenciado como positivo bem como os sistemas de suporte social. Como factores dificultadores evidencia-se a repugnância do toque no próprio corpo e as barreiras arquitectónicas. A superprotecção dos pais / cuidadores revela-se como factor que dificulta a obtenção da autonomia, na medida em que impede que os jovens enfrentem as próprias capacidades substituindo-os nas actividades. Este estudo irá ajudar a reflectir sobre a importância de encontrar não só as barreiras que o jovem tem para enfrentar ao longo da vida, mas também os factores que facilitam a sua autonomia. Factores facilitadores promovem auto-estima e força para vencer as dificuldades quotidianas
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/1385
ISSN: 2183-3966
Versão do Editor: http://revistaclinica.hff.min-saude.pt/index.php/rhff/article/view/97/61
Aparece nas colecções:MED - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
97-217-1-SM.pdf187,23 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.