Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/1438
Título: Timor – Queluz: duas realidades geográficas, culturais e económicas: que diferenças no estado nutricional?
Outros títulos: Timor – Queluz: two distinct geographic, cultural and economic realities: what differences in nutritional satus?
Autor: Abadesso, C
Nunes, S
Ferreira, GC
Palavras-chave: Estado nutricional
Antropometria
Criança
Timor
Queluz
Portugal
Data: 2006
Editora: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Citação: Acta Pediatr Port. 2006; 37(4):119-124
Resumo: Objectivo: Avaliação de indicadores antropométricos do estado nutricional de duas populações pediátricas, uma de um país em desenvolvimento (Timor Leste), recuperando de uma situação de destruição de recursos, e outra de Queluz, cidade da Área Metropolitana de Lisboa, com fluxos migratórios significativos na comunidade local. Métodos: Estudo transversal do estado nutricional de duas populações com idade inferior a 15 anos, estratificados por sexo e idade. Os parâmetros antropométricos avaliados - peso, estatura (comprimento/altura), perímetro braquial (MUACMedian upper arm circunference) e prega tricipital – foram comparados com as tabelas de referência do CDC/OMS e expressos sob a forma de z-scores do peso-idade, estatura-idade, peso-estatura, MUAC-idade, MUAC-estatura e índice de massa corporal (IMC). Determinaram-se os percentis das áreas gorda e muscular para a idade. Utilizaram-se métodos de estatística descritiva, e os testes t-student e qui-quadrado para a comparação entre os grupos. Resultados: Incluíram-se 338 crianças (n=169 em ambos grupos), 73.4% com idade inferior a 5 anos. Os z-scores médios peso-idade, estatura-idade, peso-estatura, MUAC-idade e MUAC-estatura foram de -1,9 ± 1,2 vs 0,4 ± 1,2, -1,3 ± 1,5 vs 0,2 ± 1,4, -1,5 ± 1,2 vs 0,5 ± 1, –2,1 ± 1 vs 0,4 ± 1 e –2 ± 1 vs 0,2 ± 1 para a população de Timor e de Queluz, respectivamente. Encontrou-se um estado de malnutrição grave apenas nas crianças timorenses (n=17, 12,1%). O score z médio para o IMC foi de -1,7 ± 1,7 nas crianças timorenses vs 0,1 ± 1,3 no grupo de crianças de Queluz. O número de crianças maiores de 12 meses com área gorda e área muscular inferior ao percentil 5 para a idade foi significativamente superior em Timor (n=124 vs n=18 e n=37 vs n=2, respectivamente), sendo essas diferenças observadas em todos os grupos etários. Conclusões: A população timorense é considerada uma população de risco pela prevalência de desnutrição, que é predominantemente energética. O estado de nutrição das crianças de Queluz encontra-se dentro da média para uma população pediátrica de referência, sendo de destacar que regiões de países desenvolvidos, mesmo com carências económicas e com populações imigrantes, apresentam uma diferença muito significativa para os países em desenvolvimento.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/1438
ISSN: 0301-147X
Versão do Editor: http://actapediatrica.spp.pt/article/view/4789/3592
Aparece nas colecções:PED - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
acta ped port_artigo_original_119.pdf2,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.