Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/1472
Título: Cabine de radioprotecção versus protecção radiológica convencional na implantação de pacemaker
Outros títulos: Radiation protection booth versus conventional radiological protection on pacemaker implantation
Autor: Timóteo, C
Favas, A
Morujo, N
Raposo, N
Palavras-chave: Desfibrilhadores implantáveis
Radiação
Proteção radiológica
Exposição ocupacional
Data: 2010
Editora: Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa (ESSCVP)
Citação: Salutis Scientia Revista Ciências da Saúde da ESSCVP. 2010; 2:15-20
Resumo: São bem conhecidos os efeitos nefastos que a exposição prolongada a radiação X tem no ser humano. Os programas de protecção surgiram como uma ferramenta de auxílio na exposição radiológica, no âmbito da implantação de dispositivos reguladores do ritmo cardíaco. Estes programas baseiam-se na utilização de métodos de protecção convencional e cabines de radioprotecção. Este estudo pretende avaliar a eficácia, em termos de diminuição da exposição à radiação X, de dois métodos de protecção radiológica, a convencional e a utilização de uma cabine de radioprotecção. Foram seleccionados dois grupos (protecção convencional e cabine de radioprotecção CATHPAX ® ), para análise da dose de radiação recebida pelo operador com cada um destes métodos de protecção. A amostra foi composta por 77 procedimentos de implantação de pacemaker no Hospital Fernando da Fonseca. O tempo médio por procedimento foi de 53,59 minutos para utilização da cabine e 62,2 minutos para a utilização da protecção convencional, não sendo estes estatisticamente diferentes. Pode constatar-se que existe uma forte correlação entre o tempo total de procedimento e o tempo total de fluoroscopia, salientando-se que essa correlação é mais forte com a utilização de cabine. Com a cabine de radioprotecção, a dose de radiação recebida foi sempre zero, o que não sucedeu com a utilização de métodos de protecção convencional. Em conclusão, a cabine de radioprotecção é uma mais-valia na protecção de todos os profissionais de saúde envolvidos em procedimentos com recurso à utilização de técnicas com radiação X.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/1472
ISSN: 2183-4253
Versão do Editor: http://www.salutisscientia.esscvp.eu/Site/Artigo.aspx?artigoid=30557
Aparece nas colecções:CAR - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Salutis Scientia Revista Ciências da Saúde da ESSCVP 2010 Nov 2 15-20.pdf536,1 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.