Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/1551
Título: Pneumonia num maratonista: a propósito de um caso clínico  
Autor: Ferreira, D
Sousa, C
Longo, C
Pacheco, R
Palavras-chave: Pneumonia
Atletas
Streptococcus pneumoniae
Data: 2014
Editora: Sociedade Portuguesa de Medicina Desportiva
Citação: CONGRESSO DA SOCIEDADE PORTUGUESA DE MEDICINA DESPORTIVA, 12, Estoril, 11 a 13 de Dezembro de 2014
Resumo: Introdução: A prática desportiva moderada regular cursa com uma estimulação do sistema imunitário. Este efeito deixa de se fazer sentir quando o exercício tem cargas elevadas, quer em intensidade ou duração, havendo uma supressão das defesas imunitárias. A pneumonia adquirida na comunidade (PAC) é uma inflamação aguda do parênquima pulmonar de origem infecciosa adquirida em ambulatório, por indivíduos imunocompetentes, tendo como via de transmissão mais comum a inalatória. As pneumonias são, frequentemente, de causa viral ou bacteriana, e o Streptococcus pneumoniae é o agente etiológico mais frequente. Caso Clínico: Relatamos o caso de um atleta de triatlo, 43 anos, sexo masculino, previamente saudável, que dois dias após ter completado uma maratona, recorreu à urgência hospitalar por queixas de toracalgia direita, lipotímia, febre e dispneia. Os exames complementares de diagnóstico revelaram leucocitose com neutrofilia, PCR elevada, e PO2 de 64. Na radiografia de tórax: imagem de hipotransparência no lobo médio e inferior direito. Foi internado na Pneumologia com o diagnóstico de PAC. Iniciou terapêutica dirigida com ceftriaxone, oxigenoterapia e reabilitação respiratória. TC tórax: extenso processo pneumónico a nível do segmento superior do lobo inferior direito, e envolvimento do lobo médio com broncograma aéreo. Sorologia: S. pneumoniae multissensível. Teve alta hospitalar ao fim de 9 dias de internamento, com melhoria clínica, radiológica e laboratorial. TC tórax de controlo e provas de função respiratória com restituo ad integro. Discussão: Este caso clínico ilustra como um indivíduo saudável, praticante regular de exercício, com carga de treino de elevada, pode ter quebra das defesas imunitárias que permitem o aparecimento de um quadro clínico infeccioso grave. Afim de evitar estas situações toda a ênfase deve ser dada à prevenção e ao diagnóstico precoce, de modo a permitir um início atempado da terapêutica e, deste modo, evitar complicações.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/1551
Aparece nas colecções:PNEU - Comunicações e Conferências

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Pneumonia num maratonista - PDF final.pdf2,48 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.