Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/174
Título: Score PAMI para previsão da mortalidade no enfarte agudo do miocárdio tratado com angioplastia primária
Autor: Baptista, S
Abreu, PF
Loureiro, J
Thomas, B
Nédio, M
Gago, S
Ferreira, R
Palavras-chave: Enfarte do miocárdio
Angioplastia
Idoso
Estudos retrospectivos
Data: 2004
Editora: Sociedade Portuguesa de Cardiologia
Citação: Rev Port Cardiol 2004;23 (5) :683-693
Resumo: Introdução: Com base nos ensaios PAMI I e II, AIR-PAMI e STENT-PAMI, foi recentemente proposto um Score de Risco para prever a mortalidade dos doentes submetidos a angioplastia primária no contexto de enfarte agudo do miocárdio com elevação do segmento ST. O Score de Risco inclui apenas seis parâmetros. Sendo um dos primeiros instrumentos disponíveis para prever a mortalidade neste grupo de doentes, resulta de estudos controlados e com critérios de inclusão restritos. Assim, foi nosso objectivo avaliar se o Score de Risco PAMI se aplica a doentes do «mundo real». Métodos: Incluímos 149 doentes consecutivos submetidos a angioplastia primária (idade média 58,2 ± 13,6 anos, 113 homens) com seis meses de seguimento em ambulatório. Aplicámos o Score de Risco PAMI e dividimos os doentes em três grupos de pontuações: 0 a 2 (Grupo 1), 3 a 6 (Grupo 2) e 7 pontos (Grupo 3). Resultados: Após aplicação do Score de Risco PAMI, 68 doentes (46 %) foram incluídos no Grupo 1, 41 (27 %) no Grupo 2 e 40 (27 %) no Grupo 3. Os três grupos não apresentaram diferenças significativas em termos de tempo dor-balão. Observaram-se diferenças muito significativas entre os Grupos 1, 2 e 3 nas mortalidades imediata (0 %, 2,4% e 15 %; p = 0,001), intra- -hospitalar (2,9 %, 7,3% e 37,5%; p < 0,001), aos 30 dias (2,9 %, 7,3% e 37,5 %; p < 0,001) e aos seis meses (4,4%, 14,6 % e 45,0 %: p < 0,001). Conclusões: O Score de Risco PAMI é um instrumento prognóstico simples, baseado em parâmetros acessíveis e de fácil cálculo. Permite prever com segurança a mortalidade imediata, intra-hospitalar, aos 30 dias e aos seis meses dos doentes com enfarte agudo do miocárdio submetidos a angioplastia primária.
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/174
ISSN: 0870-2551
Aparece nas colecções:CAR - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Baptista Sb.pdf94,81 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.