Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/561
Título: Doença crónica: o enfermeiro na promoção de self management
Autor: Amorim, S
Sousa, R
Dantas, F
Palavras-chave: Cuidados de enfermagem
Doença crónica
Adesão à terapêutica
Auto-cuidado
Data: 2011
Editora: Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, E.P.E.
Citação: JORNADAS DE ENFERMAGEM DO HOSPITAL PROF. DR. FERNANDO FONSECA, EPE, 3, Lisboa, 19 e 20 de Maio de 2011
Resumo: A Organização Mundial de Saúde revela que as doenças crónicas representam cerca de 59% do total de 57 milhões de mortes por ano e 46% do total das doenças. As suas principais causas devem-se a alterações dos hábitos de vida como a alteração da dieta, o aumento do sedentarismo e o aumento de consumo de tabaco. A intervenção do enfermeiro é crucial para a motivação da pessoa com doença crónica no desenvolvimento de competências que promovam autonomia, capacidade no processo de tomada de decisão e auto-controlo, através da adesão à terapêutica e a hábitos de vida adaptados à condição de saúde. Neste sentido, foi reestruturada a área de consultas de especialidades médicas, com o objectivo de criar consultas de enfermagem baseadas no conceito de empowerment e self management na saúde. Por outro lado o conceito de empowerment é uma ferramenta de gestão. A equipa de enfermagem teve a oportunidade de elaborar projectos de intervenção para a melhoria dos cuidados, sendo este um factor de motivação e uma oportunidade de desenvolvimento de competências. O nosso objectivo é apresentar os projectos desenvolvidos e implementados na consulta de pneumologia, gastrenterologia, nefrologia e obesidade, assim como, os resultados obtidos com a intervenção adequada do enfermeiro, para os problemas identificados nas pessoas que a estas consultas recorrem. Durante o ano de 2010, foram implementadas as consultas de enfermagem de obesidade, de pré-diálise e reestruturada a consulta de enfermagem de hepatologia, onde se fazem ensinos programados e direccionados para as necessidades das pessoas. A intervenção dos enfermeiros permite obter resultados dos quais salientamos:  Na consulta de obesidade - negociar objectivos com as pessoas para que iniciem o seu processo de gestão de comportamentos e hábitos alimentares que lhes permite reunir as condições para realizar a cirurgia bariátrica e manutenção de hábitos de vida saudáveis pós cirurgia;  Na consulta de pré-dialise - iniciar precocemente ensinos que permitam o controlo da insuficiência renal crónica e a preparação da pessoa para a modalidade de diálise prevista, assim, como o ensino sobre os acessos para a hemodiálise e cuidados a ter com os mesmos.  Na consulta de hepatologia - promover a autonomia da pessoa na administração de terapêutica subcutânea e controlo sintomático. Pensamos que é importante demonstrar o contributo das boas práticas de enfermagem na equipa multidisciplinar para o controlo e prevenção da doença crónica intervindo a nível comportamental onde a pessoa/grupo/comunidade é elemento central do seu processo de saúde e continuar a desenvolver projectos inovadores que permitam melhorar a qualidade do cuidados, a gestão dos recursos e a motivação das equipas.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/561
Aparece nas colecções:MED - Comunicações e Conferências

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Poster Self management.pdf141,98 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.