Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/576
Título: O Silêncio na comunicação ou a comunicação pelo silêncio: o silêncio na psicanálise
Autor: Marta, R
Palavras-chave: Comunicação
Relações médico-doente
Psicanálise
Data: 2005
Editora: Serviço de Psiquiatria do Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, E.P.E.
Citação: Psilogos.2005; 2(2): 22-32
Resumo: Neste artigo faz-se uma reflexão sobre o significado e importância do silêncio na relação psicanalítica. Partindo do silêncio na relação comum entre as pessoas, exemplificamos como o silêncio pode ser sentido como confortável ou perturbador, e como pode ser utilizado para aproximar ou afastar na relação com o outro. Evidenciamos estas mesmas características na relação psicanalítica, e a evolução do olhar sobre o silêncio, ao longo da evolução da teoria e prática psicanalítica. Apresentamos em seguida a visão de Nacht, sobre o silêncio, o qual enfatiza o seu papel integrador e fundamental na relação analítica. Assim, só no silêncio nascem certos afectos e o silêncio facilita a interiorização do analista.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/576
ISSN: 2182-3146
Aparece nas colecções:Psilogos Vol.02 Nº2 (Dez 2005)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Marta, 22-32.pdf161,01 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.