Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/597
Título: Amar e ser amado
Autor: Rocha, A
Palavras-chave: Relações mãe-filho
Data: 2005
Editora: Serviço de Psiquiatria do Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, E.P.E.
Citação: Psilogos.2005; 1(2): 63-68
Resumo: O presente artigo pretende abordar a forma como a relação precoce entre a mãe e o seu bebé, que começou ainda no útero, vai determinar a qualidade de vida relacional de cada um de nós, enquanto sujeitos. Os possíveis desvios ou desencontros nesta interacção trarão como consequência diversas pert u rbações na riqueza da nossa vida afectiva. Por outro lado, uma boa interacção mãe – bebé favorece os fundamentos da formação do vínculo amoroso. Surge assim, por fim, a ideia que é deste sentimento amoroso e da realização do mesmo, que resulta uma vida rica e plena de afectos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/597
ISSN: 2182-3146
Aparece nas colecções:Psilogos Vol.01 Nº2 (Jan 2005)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Rocha, 63-68.pdf67,38 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.