Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/74
Título: Percentis do peso de nascimento para a idade gestacional, numa população de recém-nascidos
Autor: Cunha, M
Marques, A
Carreiro, H
Machado, MC
Palavras-chave: Recém-nascido
Baixo peso ao nascer
Data: 2007
Editora: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Citação: Acta Pediatr Port. 2007; 38(5): 187-193
Resumo: Objectivo: Construir curvas de percentis do peso de nascimento para a idade gestacional, na população de recém-nascidos de um Hospital de Apoio Perinatal Diferenciado na área da Grande Lisboa. Metodologia: Análise dos registos do peso de nascimento e idade gestacional dos recém-nascidos do hospital desde Janeiro de 2000 a Dezembro de 2004. A idade gestacional foi calculada pelo primeiro dia da última menstruação, ou baseada na ecografia, se esta foi realizada até às 22 semanas. O peso de nascimento foi avaliado em balança electrónica nos primeiros minutos de vida. Resultados: no período referido, houve 25834 nascimentos. Destes, 966 foram excluídos: 136 nados mortos, 305 por idade gestacional desconhecida e 525 de gravidez gemelar. Obtivemos um total de 24868 nados vivos, com idade gestacional compreendida entre as 22 e 43 semanas. A variação da média do peso em meninas e meninos, de acordo com a idade gestacional foi a seguinte: 1021g/1167 g às 28 semanas, 1896 g/1963 g às 32 semanas, 3241 g/3360 g às 39 semanas. Com os dados obtidos, construímos curvas de percentis (p5, p10, p25, p50, p75, p90 e p95) para cada idade gestacional. Comentários: A realização deste estudo e a construção de tabelas de percentis adequadas à população do hospital, permite- nos uma definição mais correcta dos grupos de risco, do seu prognóstico e como consequência a elaboração de estratégias de prevenção adequadas. A avaliação do crescimento intra-uterino dos recém-nascidos em Portugal deveria utilizar curvas obtidas na sua população. Contudo, é importante incluir outras variáveis como o comprimento, o perímetro cefálico, a patologia materna, o peso e altura dos pais e desse modo definir de forma correcta o crescimento intra-uterino adequado, para cada idade gestacional, nesta população.
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/74
ISSN: 0301-147X
Aparece nas colecções:PED - Artigos
ESTAT - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Cunha.pdf804,46 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.