Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.10/940
Título: A síndrome metabólica na esquizofrenia: uma revisão não sistemática
Outros títulos: Metabolic syndrome in schizophrenia: a non‑systematic review
Autor: Nascimento, M
Ribeiro, R
Palavras-chave: Síndrome metabólica
Esquizofrenia
Data: 2012
Editora: Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca, E.P.E.
Citação: Psilogos. 2012; 10(2): 72-90
Resumo: Introdução: A correlação entre doença mental e distúrbios metabólicos foi reconhecida há mais de um século. O debate acerca desta comorbilidade em doentes esquizofrénicos intensificou‑se nos últimos 20 anos, principalmente após a introdução dos Antipsicóticos Atípicos (AA), na década de 90. Objectivos: Salientar aspectos particulares da Síndrome Metabólica (SM) nesta população, com ênfase particular na sua epidemiologia, mecanismos subjacentes e terapêutica com antipsicóticos. Métodos: Revisão não sistemática da literatura Resultados e Conclusões: Apesar de existirem diferenças entre os vários critérios internacionais usados na definição de síndrome metabólica, é hoje claro que os doentes com esquizofrenia constituem a população estudada com maior prevalência da doença, sendo que a sua distribuição geográfica reflete a da população geral. Ao contrário do que se pensava inicialmente, a maior vulnerabilidade destes doentes para o desenvolvimento da síndrome metabólica não se explica inteiramente pelo tratamento com antipsicóticos. Com efeito, as doenças metabólicas associadas à esquizofrenia resultam de uma interacção entre factores hereditários, bioquímicos, hormonais e factores ambientais, onde se incluem os neurolépticos, não se explicando unicamente pelo aumento ponderal. As alterações metabólicas induzidas por antipsicóticos são uma das maiores preocupações da psicofarmacoterapia actual. Não é clara a diferença entre os antipsicóticos típicos vs. atípicos no que diz respeito à sua propensão para desenvolver SM. No entanto, é consensual que a clozapina e a olanzapina ocupam um lugar cimeiro entre os AA com pior perfil metabólico.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.10/940
ISSN: 2182-3146
Versão do Editor: http://www.psilogos.com/Revista/Vol10N2/Indice13_ficheiros/martanascimento_sm_p72_90.pdf
Aparece nas colecções:Psilogos Vol.10 Nº2 (Dez 2012)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
martanascimento_sm_p72_90.pdf347,89 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.